Existem vários entusiastas que referem que SEO (Search Engine Optimization) “ … é o conjunto de estratégias/técnicas com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um website nas páginas de resultados orgânicos nos motores de pesquisa”.

Top 3 de ferramentas grátis em cada categoria:

  1. SEO Técnico – Google Search Console | Google Analytics | WooRank
  2. Otimização de Conteúdos – Yoast SEO | WP Smush | Aleyda’s
  3. Linkbuilding – Majestic | LinkMiner | Open Site Explorer
  4. Backlinks – SEOquake | Backlink checker | Moonsearch
  5. Pesquisa de Keywords – Google Keyword Planner | Google Trends | Answer The Public
  6. Ranking – What’s my Serp| Search Latte | Rank Tracker

 

DOWNLOAD DE CHECKLIST |Top 3 ferramentas Grátis SEO para Startup’s


Este é o top 3 de ferramentas de SEO, fundamentais e gratuitas, para STARTUPS dividido em 6 categorias:

 

SEO Tecnico

Categoria 1 – SEO técnico

SEO técnico refere-se a qualquer trabalho de SEO que se realiza fora do conteúdo do website ou página. Consiste principalmente em estabelecer uma estrutura sólida e compreensível, para oferecer uma melhor indexação nos motores de busca. Desta forma, é possível obter os melhores posicionamentos para keywords e frases relevantes de uma startup. Para obter uma estrutura adequada será necessário estar alerta para todas as tendências que vão aparecendo, de modo a fortalecer a estrutura técnica para bons resultados de SEO.

1. Google Search Console

O Search Console é fundamental como ferramenta de SEO para startup’s, pois ajuda a monitorizar e manter a presença do site nos resultados de pesquisa Google. Ajuda, também, a compreender como o Google avalia o site e como pode otimizar o desempenho nos resultados de pesquisa.

Facilita a identificação de problemas que podem impedir qualquer website de ser devidamente indexado. Permite identificar a existência de duplicação de metadata, problemas de segurança, número de páginas indexadas e ainda identificar erros importantes, enviando alertas via email. No entanto, esta ferramenta é bastante completa, pois ainda permite através a opção “Search Traffic” e do “Search Analytics”, obter uma lista de keywords utilizadas e o ranking destas, respetivamente. Com esta informação é possível identificar em que lugar do ranking se encontram as páginas e com algumas técnicas de SEO, melhorar o posicionamento das mesmas.

2. Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta que fornece estatísticas atuais sobre o modo como os visitantes utilizam o website, como o descobriram e o que podem fazer para que continuem a visitá-lo. Ajuda igualmente na medição de vendas ou outro tipo de conversões. A agregação de todos estes dados, vai permitir uma monitorização do que se passa no website e pode ser uma óptima fonte de informação para estratégias iniciais para uma startup.

3. WooRank 

É um software de fácil utilização web que gera revisões imediatas listando alguns dados importantes combinados com uma lista de tarefas abrangentes. Ajuda, assim, startup’s, empresas e comerciantes on-line a alcançar rankings mais elevados no motor de busca, converter mais visitantes em clientes, manter a concorrência “debaixo de olho” e obter mais retorno sobre os investimentos de marketing digital.

ferramentas SEO

Categoria 2 – Otimização de conteúdos

A otimização de conteúdos é fundamental para uma melhor performance do site de uma startup, que posteriormente irá trazer benefícios. O primeiro relaciona-se com uma melhor indexação por parte dos motores de busca e o segundo com um melhor posicionamento nestes, face aos seus concorrentes. Tudo o que permita ao utilizador ter uma experiência fluída e atrativa no seu site será benéfico para este. Assim existem certas ferramentas que são ótimas para o guiar neste longo e metódico processo.

1. Yoast SEO

O melhor guia de SEO enquanto se escreve conteúdos para o site de uma startup. O Yoast SEO é um plug-in que pode ser adicionado via WordPress. Este faz uma análise do conteúdo à medida que se vai escrevendo. Dá feedback em tempo real do que se encontra errado, por forma a corrigir e otimizar o conteúdo. Esta ferramenta foca-se em dois aspetos do conteúdo: legibilidade e palavras-chave. Se se pretender uma análise mais abrangente existe a opção de compra da versão premium do Yoast SEO.

2. WP Smush

Para além do conteúdo escrito, é também muito importante que o site de uma startup tenha imagens otimizadas. Existem determinados requisitos específicos, como por exemplo o tamanho da imagem e o formato, para que estas estejam adequadamente otimizadas nos conteúdos. Assim, o WP Smush faz este ajuste apenas através de um simples click, otimizando todas as imagens guardadas na pasta multimédia do site. Desta forma, as imagens ficam também mais “leves”, melhorando o tempo de carregamento do site e poupando espaço.

3. Aleyda’s

Esta ferramenta consiste num gerador de Hreflang. O conceito pode soar estranho, mas é simples. Muitos websites oferecem aos utilizadores de todo o mundo conteúdo traduzido ou segmentado a utilizadores numa determinada região. O Google usa os atributos rel=”alternate” e hreflang=”x” para veicular o idioma correto ou o URL regional nos resultados de pesquisa. Assim, esta ferramenta faz a tradução de forma simples e automática.

link-building

Categoria 3 – Link Building

Uma startup deve ter uma boa configuração de links. O Link Building  é um processo de aquisição de hyperlinks de outros websites para o da startup. Um hyperlink, normalmente designado de link, é uma forma dos utilizadores navegarem entre páginas na internet. Existem algumas técnicas para construir links, mas os SEO’s estão de acordo ao dizerem que a criação de link buildings é uma das suas tarefas mais árduas. Por isso, se conseguirmos ser mestres a construir estas ligações com qualidade, estamos a um passo de ficarmos à frente na competição de quem tem links “high quality”.

1. Majestic

Os criadores descrevem a ferramenta como: “a maior base de dados de Link Intelligence do planeta”. Resumidamente, esta tool mapeia todas as ligações entre os milhões de websites existentes no mundo.

Por outras palavras, é uma ferramenta online que utiliza algoritmos complexos para efectuar relatórios sobre backlinks e keywords. Para além desta informação, também faz recolha de outras informações importantes sobre o website a partir do seu URL. Disponibiliza versões gratuitas e pagas, consoante as ferramentas que se pretende utilizar. É importante relembrar que a versão premium permite a visualização de informações detalhadas, maior quantidade e frequência de relatórios disponíveis no site.

Ainda é possível conhecer quais as páginas de menor importância do site, e com isso otimizar e trabalhar o conteúdo de modo a ganhar relevância, assim como obter formas de aumentar o número de backlinks alojados noutros sites e blogs.

2. LinkMiner

O LinkMiner é uma extensão extremamente necessária e que deve ser adicionada ao motor de busca de qualquer startup. Esta extensão confere se todos os links do site da startup estão ativos e assinala aqueles que já não se encontram ativos. Posteriormente ao clicar no código assinalado a vermelho, haverá um reencaminhamento para um pop up que pedirá autenticação para aceder a outra ferramenta, a AHREFs. O match destas duas ferramentas é perfeito para ter noção de todos os links envolvidos no site da startup ou da concorrência.

3. Open Site Explorer

Esta ferramenta oferece links de entrada no site de qualidade elevada. Através do Open Site Explorer, qualquer startup pode pesquisar backlinks, descobrir oportunidades de link building e ainda encontrar damaging links.

A utilização desta tool é bastante simples: o utilizador tem apenas de inserir o URL do link que pretende analisar e carregar em “pesquisar”. Posteriormente, aparecerá informação detalhada sobre o link. Esta informação divide-se em oito secções: Inbound Links, Just Discovered Links, Top Pages, Linking Domains, Anchor Text, Compare Link Metrics, Link Opportunities e Advanced Reports. Importa ressalvar que para ter acesso às últimas três secções (Compare Link Metrics, Link Opportunities e Advanced Reports), é necessário estar inscrito no Moz Pro, através do qual é possível fazer um trial durante 30 dias.

backlink

Categoria 4 – Backlinks

Para que uma startup consiga obter um ranking elevado nos motores de busca é necessário apostar em backlinks de qualidade. Os backlinks são mais do que links que apontam para um determinado site ou página da web. Por exemplo, são os links relativos ao site que se encontram noutras páginas da web e que são redirecionados para ouros sites.

Quando estes links vêm de sites credíveis e de qualidade, o Google premeia o site, pois quantos mais backlinks de high top ranking sites,  maior é credibilidade e exposição do que é trabalhado, originando assim, uma melhor experiência para o utilizador.

1. SEOquake

O SEOquake é uma pequena barra de ferramentas passível de ser instalada no browser do Chrome ou no Firefox e que apresenta algumas métricas de SEO. Nomeadamente a idade do domínio, o número de backlinks, e o tráfego estimado. Esta ferramenta permite ainda ver a densidade das keywords usadas e permite imprimir a informação ou guardá-la em formato .cvs.

2. Backlink Checker

Uma das principais funções do Backlink Checker é exportar o número total de backlinks já publicados que contenham o link do domínio da página da startup, o URL da página ou o título, permitindo ainda identificar a qualidade do backlink. Permite também exportar essa informação para para uma folha de MS Excel, para poder ser analisado.

3. Moonsearch

O Moonsearch é um serviço online que permite agrupar um conjunto de informação detalhada sobre o estado do website da startup. Este serviço oferece informação extensa sobre os backlinks, fontes de tráfico, bem como análise competitiva. Assim, é possível identificar os links externos, keywords orgânicas, google pagerank, Alexa Rank e ainda o moonsearch rank, o número de visitas diárias e mensais, a morada IP, a localização, entre outras informações.

Pesquisa de keywords

Categoria 5 – Pesquisa de keywords

A pesquisa de keywords é uma atividade crítica numa campanha de SEO para startup’s, sendo considerada a forma de fazer pesquisa de mercado do século XXI. Keywords funcionam como um GPS: informam se é o caminho certo e se existe progressos.

Através da pesquisa de keywords, é possivel encontrar quais as palavras que são usadas nos motores de busca quando os consumidores procuram informação.

Assim, o uso das keywords certas permite aprender mais sobre os clientes, fazendo com que se consiga atrair, não todos os consumidores mas sim aqueles que são os indicados para a campanha, melhorando assim a experiência do utilizador.

Não se deverá partir do pressuposto que se sabe como os clientes

1. Google Keyword Planner

Esta é a primeira ferramenta que deve ser utilizada na pesquisa de keywords, de forma a criar as bases para uma campanha de sucesso. É uma ferramenta gratuita do Adwords e que disponibiliza:

  • Uma lista de palavras abrangente e segmentada;
  • Pesquisar novas keywords e ideias para grupos de anúncios;
  • Obter estatísticas históricas e previsões de tráfego;
  • Analisar o desempenho de uma lista de keywords;
  • Multiplicar listas de keywords para obter novas ideias para keywords

O Keyword Planner ajuda ainda a escolher bids competitivos e orçamentos para utilizar em campanhas AdWords, no entanto este tema relaciona-se maioritariamente com SEM ou SEA.

2. Google Trends

Google Trends é utilizado para verificar a popularidade de uma keyword. Através desta ferramenta é possível:

  • Comparar “popularidades” de keywords;
  • Descobrir quais as keywords que irão começar a marcar as próximas tendências;
  • Descobrir quais as keywords que estão a ganhar popularidade na região que pretendemos fazer uma campanha;
  • Explorar as top keywords para o nosso mercado.

Esta ferramenta de pesquisa pode revelar novas keywords que apenas poucos ou nenhuns dos concorrentes têm conhecimento. Para uma startup representa uma vantagem, pois pode utilizar as keywords e segmentar os clientes mais cedo, criando uma melhor experiência para o utilizador. A ferramenta ajuda a perceber qual a popularidade das keywords e se esta está a aumentar ou a diminuir, evitando arruinar a otimização do site com a keyword errada. Para uma startup é importante conseguir estar sempre um passo à frente da concorrência e esta ferramenta ajuda nesse processo.

3. AnswserThePublic 

Answer The Public é uma ferramenta de sugestão de keywords, gerando-as através do Google Autocomplete. Procura e mapeia sugestões e previsões de palavra-chave, que o utilizador visualiza quando faz uma pesquisa no Google. Ao introduzir uma keyword no Answer The Public, obtêm-se inúmeras questões, preposições e sugestões por ordem alfabética. Estas podem ser visualizadas através de uma mapa ou uma lista de dados. Como exemplo foi usada a keyword “startup“:

ranking

Categoria 6 – Ranking

Pode-se descrever como Ranking ou PageRank (Pr), o lugar em que a página da startup se encontra na pesquisa orgânica do Google, estando este dependente da quantidade e importância dos links apontandos para esta. Para um melhor posicionamento do site da startup em termos de pesquisa, torna-se importante:

  • A publicação de conteúdo relevante;
  • Atualização regular do conteúdo;
  • O  preenchimento dos campos de metadata (título, descrição e keyword);
  • Ter links externos importantes;
  • Usar alt tags.

Este conjunto de ferramentas possibilita à startup a identificação das estratégias de marketing digital que estão a obter melhores resultados. Permitindo concentrar o esforço em estratégias semelhantes ao longo da campanha, maximizando o ROI e aumentando o tráfego.

1. SERP Checker – What’s My SERP

What’s my Serp é uma ferramenta fantástica de SEO para qualquer startup. Permite compreender o ranking de um website, oferecendo uma perspectiva sobre o ranking das keywords utilizadas, pesquisa SEO da página incluindo keywords nos títulos e descrições, e permite ainda identificar o top 10 dos resultados do Google.

É uma ferramenta totalmente gratuita, no entanto, como usurário registado, tem acesso a diferentes módulos da ferramenta. É possível então, adicionar múltiplos domínios até um máximo de 20, verificar cerca de 500 keywords e aceder aos resultados em qualquer local.

Permite ainda, verificar os domínios dos concorrentes, gravar automaticamente as pesquisas, obter gráficos dos resultados e ainda participar nos fóruns.

2. Search Latte

Quando uma startup é considerada born-global, pretende envergar no mercado de diferentes países e fazer SEO internacional, o Search Latte é uma ferramenta muito importante. Sem necessidade de proxies ou redes VPN, é possível pesquisar em qualquer dos +150 Google’s internacionais, qual o posicionamento das keywords no país escolhido.

3. Rank Tracker

O Rank Tracker é uma das ferramentas mais personalizáveis de ranking gratuitas. Permite identificar a posição do site globalmente no Google ou localmente. Fazer análises semanalmente ou até 3 vezes por dia. Analisar os 50 primeiros resultados de pesquisa ou a totalidade dos resultados, e ainda analisar a posição dos concorrente. O melhor desta ferramenta é que a pesquisa é ilimitada, quer em termos de websites, motores de pesquisa e keywords e a versão.

Os relatórios do Rank Tracker são totalmente personalizáveis permitindo escolher e entregar a informação relevante para cada cliente. Permite ainda a partilha rápida deste através de um link criado após o upload para a cloud, podendo ser entregue imediatamente ao cliente.


Este artigo foi escrito no âmbito do módulo SEO-SEM do curso de Digital Marketing & Strategy da EDIT. – Disruptive Digital Education por: Andreia de Sousa | Tânia Meneses | Teresa Romão | João Mendes Nogueira| Grafismos: Miguel Graça

deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Agência.pt - Agência PONTO pt