Há uma série de estratégias que se podem implementar para otimizar os motores de busca. Uma delas consiste na criação de backlinks, uma técnica que, tal como as palavras-chave, ajuda a aumentar o tráfego de um website e a melhorar o seu posicionamento nos motores de busca.

Backlinks (ou inbound links) não são mais do que links de outros websites direcionados para o nosso. É importante não confundi-los com links internos, que reencaminham para outras páginas do nosso website, e links externos (ou outbound links), que direcionam os utilizadores do nosso website para outros.

1.Ter um website ou blog com bom conteúdo
2.Fazer curadoria e publicar guias com recursos úteis
3.Ser tema de um case study
4.Escrever reviews de livros
5.Fazer webinars gratuitos e fornecer cópias online
6.Criar ferramentas gratuitas
7.Fazer parcerias
8.Monitorizar menções da marca
9.Pesquisar e monitorizar os backlinks da concorrência
10.Falar num evento

O desejo de ver um website bem posicionado no ranking dos motores de busca leva muitos a recorrer, por exemplo, a secções de comentários de blogs e redes sociais ou a ferramentas que criam backlinks de forma gratuita (spam). No entanto, aplicar este tipo de estratégias pode tornar-se inútil e prejudicial, uma vez que podem desencadear sanções por parte dos motores de busca (consultar as diretrizes do Google Webmasters).

Embora este seja o método mais fácil de criar backlinks, há várias formas de o fazer sem que estas sejam consideradas spam pelos motores de busca. Para o ajudar, reunimos numa lista 10 formas para construir backlinks:

10 formas para criar backlinks

10 formas para construir backlinks


Criar um website/blog com bom conteúdo

1. Ter um website ou blog com bom conteúdo

Se o conteúdo for bom (texto, imagens, vídeo etc.), outros websites vão querer partilhá-lo, tal e qual como acontece, por exemplo, com os posts das redes sociais. Por outras palavras, cada vez que um website faz um link para outra página (que não a dele), é porque o considera digno para partilhar com os seus leitores.

 

Fazer curadoria e publicar guias com recursos úteis

 2. Fazer curadoria e publicar guias coursos úteis

Ao fazer-se curadoria, ou seja, selecionar, agregar e partilhar conteúdos para um público-alvo específico, pode-se aproveitar e criar guias com recursos úteis, como “Os melhores plugins para o WordPress”. Vai ser sempre mais fácil os outros websites partilharem os links destes guias nos seus próprios artigos, do que fazer esse trabalho de raiz.

 

Ser tema de case study

   3. Ser tema de um case study

Estamos sempre à procura de clientes que queiram ser tema de um case study. Por que não voluntariarmo-nos? A probabilidade de conseguirmos obter um backlink é grande.

 

Escrever reviews de livros

  4. Escrever reviews de livros

Se se escrever uma review positiva sobre o livro de um determinado autor, há uma grande chance de este partilhar o link do nosso website.

 

Fazer webinars gratuitos e fornecer cópias online

  5. Fazer webinars gratuitos e fornecer cópias online

Se os webinars foram informativos, os participantes vão querer partilhá-los. Uma forma fácil de o fazer é transformar os slides da apresentação em PowerPoint numa apresentação SlideShare.

 

Criar ferramentas gratuitas

6. Criar ferramentas gratuitas

Ao criarem-se ferramentas gratuitas, aumenta-se a probabilidade de fazermos parte de uma lista de recursos úteis criada por outro website.

 

Fazer parcerias

  7. Fazer parcerias

É uma prática comum fazer parcerias com empresas de indústrias complementares, uma vez que tanto uma como a outra beneficiam da troca de links.

 

Monitorizar menções da marca

   8. Monitorizar menções da marca

É importante transformar menções em backlinks, mas apenas quando se tem a certeza de que isso pode acontecer, por exemplo, quando alguém cita dados nossos. Esta tática chama-se “reclamação de links”. Pode-se monitorizar as menções que fazem sobre nós através de ferramentas, como o BuzzSumo.

 

Pesquisar e monitorizar os backlinks da concorrência

  9. Pesquisar e monitorizar os backlinks da concorrência

Através de uma pesquisa é possível saber que websites estão a fazer links para a nossa concorrência. Ferramentas, como o Ahrefs ou o Majestic, ajudam-nos a descobrir websites que possam estar interessados em partilhar links da nossa página.

 

Falar num evento

 10. Falar num evento

Geralmente os eventos dão grande visibilidade ao website dos oradores. Também se podem negociar backlinks, para ter a certeza de que o nosso tempo e recursos rendem um bom link.

 

Este artigo foi escrito no âmbito do módulo SEO-SEM do curso de Digital Marketing & Strategy da EDIT. – Disruptive Digital Education por: Ana Rita Frade, Carolina Cesaroni, Inês Rochinha e Margarida Proença.

Uma Resposta

deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Agência.pt - Agência PONTO pt